Todo grande jogador de poker é azarado

“Todo grande jogador de poker é azarado”.

Olha, este é um dos meus principais lemas no poker. Sempre que tomo uma bad beat, repito essa frase para mim.

Recentemente, encontrei um artigo na internet que fala exatamente sobre isso. E ainda cita como exemplo ninguém mais ninguém menos que o gigante André Akkari (clique aqui para ler).

Já o admirava demais antes de conhecê-lo pessoalmente, a ponto de chorar com a conquista do seu bracelete da WSOP. Quando comecei a ter contato com ele com certa frequência, passei o admirar ainda mais. É um dos grandes ídolos que tenho no esporte.

Seu foco, determinação e visão são impressionantes. E acredite, nenhuma bad beat é capaz de o abalar. Isso faz muito bem para o seu jogo, o Akkari não se perde.

Os grandes profissionais são assim. David Bakes, um dos maiores jogadores com quem já tive oportunidade de conversar, certa vez me falou:

“Eu me preocupo com o que eu posso mudar. Depois que me envolvo em um all-in, não posso interferir em mais nada, então não me abalo nem quando venço uma grande mão nem quando levo uma grande bad beat”.

É isso!!! Os seus movimentos na jogada foram certos? Então pronto, mesmo se o baralho não te ajudar você está no caminho certo para ser – ou manter-se – lucrativo.

Na próxima vez que tomar uma bad beat, lembre-se:

“Todo grande jogador de poker é azarado”.

Serve para o Akkari, para o Bakes, para mim e para você.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *